top of page

UEMA sedia oficina que integra o Plano Maranhão 2050

Por: Anne Cascaes / ASCOM UEMA

Fotos: Rafael Carvalho / ASCOM UEMA

Foi realizada, na tarde desta quinta-feira (18), uma oficina na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), promovida pela Secretaria de Estado do Orçamento e Planejamento (Seplan). A oficina faz parte do ‘Plano Maranhão 2050’, e teve o objetivo de trabalhar na identificação dos principais desafios estratégicos do Maranhão para a construção da visão de futuro do projeto.


A abertura da oficina foi feita pelo magnífico reitor da UEMA, Walter Canales, que reforçou a importância da realização oficina no ambiente da universidade, como forma de contribuir para o desenvolvimento do plano e colaborar, por meio do corpo docente da instituição, com metas para promover ações que impactem o âmbito econômico e social.


“Recebemos hoje a equipe da Macroplan e outros órgãos do Estado, bem como representantes da sociedade, para uma oficina direcionada ao plano maranhense 2050, que diz respeito ao planejamento do Estado do Maranhão que extrapola o governo do Carlos Brandão, no sentido de dar diretrizes ao Estado do Maranhão para o seu melhor desenvolvimento aliado à sustentabilidade. É um prazer receber essa oficina, e as portas estarão sempre abertas para que nós possamos contribuir não só com a expertise do nosso corpo acadêmico, mas também para estarmos inseridos nas ações e diretrizes das próximas etapas do plano”, afirma o reitor da UEMA, Walter Canales.




Para a superintendente de programas da Seplan, Bruna Lersch, a Universidade Estadual do Maranhão é um dos atores fundamentais para colaborar com o Plano Maranhão 2050, de forma que o trabalho seja compartilhado entre os entes participantes e produza resultados para toda a sociedade maranhenses.


“Um dos nossos principais desafios nesse plano é fazer com que a gente tenha uma governança e que esse plano seja vivo, que ele não seja apenas um documento bonito. E, nesse contexto, nós chamamos alguns atores de guardiões do plano, então a gente tem tanto o governo com um papel de coordenador, mas a gente tem também os entes produtivos, a sociedade civil e a universidade como um setor específico que é um grande guardião. Então, é muito gratificante para nós estarmos fazendo esse trabalho.




A oficina promoveu discussões em torno de eixos como educação, economia inclusiva, meio ambiente resiliente, sociedade e governança eficiente.


Sobre o Plano Maranhão 2050

O Plano Maranhão 2050 trata de um planejamento de longo prazo com metas para promover o desenvolvimento econômico e social, a atração de investimentos para o Estado, a redução da miséria, inclusão social e a geração de oportunidades para toda população. Por meio do Plano Maranhão 2050 será possível construir, de forma democrática e coletiva, políticas públicas estruturantes em benefício da sociedade e das futuras gerações do Maranhão.



Comments


bottom of page